Modulen e Doença de Crohn

//

Seja bem vindo ao meu site, hoje estarei relatando um pouco da minha experiência com o Modulen, sou portador de Doença de Crohn e Espondilite Anquilosante, Fibromialgia, recebi o diagnóstico em agosto de 2014, nesta época eu pesava 60kg, fiquei mais de um ano direto com diarreia, já fiz tratamento com mesalazina, sufassalazina, hoje meu tratamento atual inclui uma serie de medicamentos entre eles Adalimumabe 40mg (Humira) e Metrotrexato, tinha um plano de saúde e depois de um ano e meio afastado pelo INSS a empresa cancelou meu plano de saúde em uma outra oportunidade estarei relatando está situação, que se encontra com um processo contra a empresa por danos morais e reativação do meu plano de saúde, na justiça.

Em maio de 2016, a nutricionista que faço tratamento pelo SUS, após perder 8kg e a doença estar em atividade, me passou o Modulen como suplemento na minha dieta, levei o laudo da minha nutricionista, até a unidade de saúde do meu bairro, a assistente social me orientou como deveria proceder para dar entrada no pedido do Modulem pelo SUS, após todo o processo, finalmente consegui o Modulen pelo SUS. Minha nutricionista havia me passado 6 latas de Modulen por mês e tomar 5 medidas 2x ao dia, mas o sistema único de saúde só me forneceu 4 latas, as outras duas eles comeram com angu.

Iniciei o tratamento com Modulen e predinisona, com 2 meses engordei 18kg, controlou a diarreia, as dores abdominais diminuíram e senti muita esperança que a doença de Crohn entraria finalmente em remissão, o Modulem para mim foi excelente no tratamento da doença de Crohn.

Mas alegria de pobre dura pouco, fiz uso do Modulen durante uns cinco meses, até dezembro de 2016, depois disso quando a nova administração da prefeitura da minha cidade assumiu em janeiro de 2017 eles cancelaram não só a minha dieta, mas também a dieta de vários pacientes que estavam acamados, a três dias a atrás a assistente social da minha unidade de saúde me ligou e disse que a minha dieta havia chegado, mas com uma alteração, eles mudaram a minha dieta mas não me deram nenhuma explicação, mudaram o MODULEN para o PEPTAMEN, mas fiquei  tranquilo pois os dois produtos são da Nestlé, o Modulen foi excelente para o meu tratamento, o Peptamen eu particularmente não conhecia, comecei minha dieta com o Peptamen a três dias atrás, no decorrer do meu tratamento vou relatar quais foram os resultados que o Peptamen tem trazido no meu tratamento.

Em relação ao Modulen se você é portador de doença de Crohn ou retocolite ulcerativa, vale a pena conversar com o seu médico ou nutricionista, a respeito deste suplemento alimentar que na minha opinião é excelente, o único fator negativo é o custo benefício que vai de R$300,00 a R$520,00, se você  ganha um salário mínimo ou dois, o seu salário vai ser só para comprar o suplemento, fora os outros gastos com a saúde, mas vale lembrar que o SUS fornece o suplemento, em relação ao Peptamen o custo médio é de R$228,00 reais, mas estou esperançoso em relação a remissão da doença de Crohn, no próximo artigo falarei mais detalhes do Peptamen.

Doença De Crohn - Modulen
Doença De Crohn – Modulen

O Modulen é uma nutrição completa, altamente especializada para pacientes com Doença de Crohn. Acrescido de TGF-B2, importante fator de reparação da mucosa intestinal com ação anti inflamatória.

O Modulen contribui para a recuperação nutricional do paciente com Crohn. Possui excelente sabor, possibilitando sua reconstituição de diversas formas. Isento de glúten, resíduos, colesterol, lactose, com proteínas de alta qualidade. O aporte de 2000kcal/L de Modulen satisfaz as necessidades de energia requerida nas situações de inflamação do tubo digestivo. O aporte energético permite atender as necessidades de crianças e adolescentes em fase de crescimento. Aos adultos, recomenda-se ajuste de dosagem. Modulen é constituído de caseína intacta, biologicamente disponível. Possui uma formulação contendo 11g de Nitrogênio em 2000kcal, além de 43% de aminoácidos essenciais (em relação aos aminoácidos totais). Oferece um aporte lipídico otimizado para a maioria dos pacientes com Doença de Crohn, e contribui para a restauração de um estado nutricional satisfatório. Com efeito, o aporte de 25% de TCM (triglicerídeo de cadeia média) permite fornecer aos pacientes energia diretamente disponível.

Ainda, Modulen possui o acréscimo de 13 vitaminas e 11 minerais, ao qual garante o pleno crescimento de crianças e a satisfação das necessidades de micronutrientes em adultos. Sobre o Modulen Nestlé nutrition Nutrição completa, destinada ao uso oral e enteral, especialmente desenvolvida para pessoas com Doença de Crohn. Na apresentação pó, Modulen oferece a possibilidade de diferentes reconstituições e é instantâneo.

Ingredientes: Maltodextrina, caseinato de potássio obtido do leite de vaca, sacarose, gordura de leite, triglicerídeos de cadeia média, óleo de milho, leticina de soja, citrato de potássio, fosfato de cálcio, citrato de sódio, carbonato de cálcio, cloreto de magnésio, minerais (ferro, cobre, zinco, cromo e molibdênio), vitaminas (vitamina A, vitamina D, vitamina E, vitamina K, vitamina C, vitamina B2, niacima, vitamina B6, ácido fólico, ácido pantotênico, vitamina B12 e biotina), cloreto de potássio, bitartarato de colina e óxido de magnésio. Não contém Glúten.

Sugestão Nutrição completa altamente especializada para pacientes com Doença de Crohn.

Recomendações: O produto deve ser armazenado em local seco e fresco. Fechar bem a lata após o uso e não utilizar o seu conteúdo um mês depois de aberta. Quando reconstituído, consumir no prazo de 4 a 6 horas em temperatura ambiente (15 a 30°C) ou 24 horas sob refrigeração.

Entenda a Tabela Nutricional (Veja imagem abaixo)

Modulen
Modulen Valor Nutricional

Valor Energético

Energia que será produzida com a ingestão, quilocalorias (Kcal) ou quilo joules (Kj). Embora seja a informação que receba mais atenção dos consumidores, o valor energético não é, por si só, definitivo para decidir qual produto é mais saudável ou que engorda menos.

%VD

Percentual de valores diários indica o quanto o produto representa em uma dieta de 2 mil calorias. Serve apenas de referência, já que as necessidades nutricionais variam de pessoa para pessoa.

CARBOIDRATOS

Embora sejam muitas vezes considerados os vilões da boa forma, os carboidratos são a fonte de energia que mantêm o corpo em funcionamento. O excesso deles, porém, pode gerar um acúmulo de triglicerídeos e, consequentemente, o aumento de peso. Estão presentes principalmente em massas, cereais e alguns vegetais, como a batata.

PROTEÍNAS

Essenciais na formação dos músculos, são altamente recomendadas para crianças, adolescentes e idosos. Seu consumo é muito benéfico, mas deve ser restrito para os que sofrem de problemas renais. Encontradas em carnes, ovos, derivados do leite e algumas frutas.

GORDURAS TOTAIS

Esse é um dos itens que deve ter sempre um baixo Percentual de Valores Diários, pois implica ganho de peso. Apesar disso, alimentos ricos em gorduras não podem ser totalmente ignorados, pois ajudam na absorção de vitaminas.

GORDURAS SATURADAS

São as de origem animal, oferecendo perigo para pessoas com problemas cardiovasculares. Deve-se dar preferência às gorduras de origem vegetal, que não contêm colesterol. Esse valor está incluso também no cálculo das gorduras totais do alimento.

GORDURAS TRANS

É o único item do rótulo que não tem listado seu Percentual de Valores Diários (%VD), pois seu consumo não é recomendado em nenhuma quantidade. Se consumida com frequência, pode se depositar nas artérias e causar uma série de complicações para a saúde, além de ganho de peso.

FIBRA ALIMENTAR

Presente em alimentos integrais, frutas e verduras, a fibra é a única substância cujo alto Percentual de Valores Diários é recomendado. Não fornece nutrientes para o organismo, mas é muito importante para o seu funcionamento.

SÓDIO

Muito prejudicial à saúde. O Percentual de Valores Diários desse elemento é maior em alimentos industrializados (sopas e temperos prontos) e em comidas light que contêm adoçantes como a sacarina. A ingestão exagerada pode causar pressão alta e retenção de líquidos, principal causa da celulite.

 

Att: Papai Desafinado

//

3 comentários em “Modulen e Doença de Crohn

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: