Diário de viagem de um Espondilítico e portador de Doença de Crohn

//

Neste artigo estarei relatando a respeito da minha primeira viagem após o Diagnóstico de Espondilite Anquilosante e Doença de Crohn, depois dos diagnósticos em 2014 três anos se passaram e veio a depressão e acabei me isolando, mas um dos principais fatores que me impediam de sair de casa para viajar ou até mesmo passear foram as limitações causadas pela Espondilite Anquilosante e as infinitas idas ao banheiro por causa da Doença de Crohn. Nos meus dias normais já acordo com uma fadiga intensa e um cansaço inexplicável, dores em todo o corpo, sem contar as diarreias que custam dar uma trégua.

Mas enfim, resolvi lutar contra os meus medos e anseios e parti para uma aventura, com minha esposa e o meu filho Daniel, dois dias antes de viajar, começou os problemas, a ansiedade e o medo de passar mal, acabou me fazendo passar um mal terrível, as diarreias e as dores abdominais quase que me fizeram cancelar a viagem. Procurei me controlar e atentei bem para não esquecer de tomar nenhum dos medicamentos, outros medicamentos eu aumentei as doses para poder aguentar os trancos da viagem.

Prado/BA
Papai Desafinado – Prado/BA

Quando adoeci, pensei comigo mesmo que muitas coisas que eu gostava de fazer, nunca mais poderia fazer de novo na minha vida, as dores constantes me incapacitando para fazer até as coisas mais simples da vida.

Um dos meus sonhos era poder novamente andar de moto, sentir a liberdade, o vento no meu rosto, este sonho eu realizei, mas infelizmente cai da moto e a única coisa que senti foi o gosto do barro escorrendo pelo meu  rosto e pelo meu corpo, era um dia de chuva, caí justamente com coluna no chão e a moto caiu em cima da minha perna e saiu derrapando por cima de mim, para quem já não estava bem da coluna, portando Espondilite Anquilosante, o sonho virou um pesadelo, resultado, três semanas de cama com dores dobradas em todo o corpo. Agora em diante sonharei só com coisas mais simples e que não irá prejudicar minha saúde. Ha,ha,ha! Minha  CNH venceu e nem renovei ela mais, para não cometer outra loucura.

Mas voltando ao diário da minha primeira viagem após o diagnóstico das Espondiloartropatias, a nossa viagem começou saindo de Minas Gerais Ipatinga, seguindo para a Bahia, passando por Governador Valadares MG, Teófilo Otoni MG, Mucuri e chegamos em Itamaraju BA, depois Prado BA, voltamos para Itamaraju BA, seguimos rumo ao Espírito Santo, passando por Linhares, São Mateus ES, chegando a Jacaraípe ES, visitamos amigos e parentes, depois retornamos para Minas Gerais e finalmente chegamos em casa Ipatinga MG.

O que aconteceu durante a viagem? As doenças deram uma trégua?

Quem é portador de Doença de Crohn sabe muito bem como as idas ao banheiro são bem imprevisíveis, prednisona de 5mg aumentei para 20mg, metotrexato e Humira mantive as dosagens fixas, o Peptamen levei junto com as minhas malas, pois já não consigo ficar sem ele na minha dieta do Crohn, as diarreias não me deixaram em paz, o bom que eu bati o recorde de quem mais cagou em três estados em menos de um mês, Minas, Bahia e Espírito Santo, a cada parada era uma cagada. Ha, ha, ha! Deixei minha marca registrada nas mais diversas cidades que se pode imaginar desde as mais pequenas até as maiores cidades.

Doença de Crohn
Papai Desafinado – Doença de Crohn

A Espondilite Anquilosante, também fez questão em marcar presença, pois quando eu ficava dentro do carro na estrada, na hora de sair do carro saía todo travado e com dores, mas pude contar com a ajuda do Paracetamol + Codeína, para dar uma amenizada. Durante a noite não podia esquecer do Alprazolam, Dorene, Neotiapin para dar aquela relaxada e dormir feito uma pedra.

A viagem apesar dos contra tempos das Espondiloartropatias, foi sensacional e inesquecível, pude passar um tempo especial, com pessoas especiais que foi muito bom para ajudar a controlar minha ansiedade e a controlar a depressão. Poder viajar com minha esposa e o meu filho foi ótimo para ajudar a controlar os meus pensamentos desordenados, junto na viagem foi meu sogro e minha sogra, que puderam passar um tempinho muito especial com o netinho Daniel.

Daniel amou a praia ficou feliz da vida querendo entrar na água. Poder ver aquele sorrisinho dele foi fantástico, sem dúvidas alguma essa viagem foi inesquecível e também a minha melhor viagem até hoje, espero poder repetir está fantástica viagem se Deus assim nos permitir.

Lado positivo da viagem em relação ao meu lado emocional.

Depressão: Estava muito preocupado e triste com uma série de acontecimentos que aconteceu na minha vida, plano de saúde cancelado, tratamento super demorado pelo SUS, demora nos exames, dores constantes, e está viagem foi um grande desafio para mim, durante a viagem apesar das dores eu consegui esquecer que tinha qualquer tipo de problemas, Depressão, Ansiedade, Doença de Crohn, Espondilite Anquilosante, Fibromialgia, foi como se eu nunca tivesse tido qualquer tipo de problemas de saúde ou outros problemas particulares, a minha mente deu uma relaxada, eu e minha família estávamos precisando desta viagem e de dar um tempo a tantos problemas, durante a viagem o Crohn, a Espondilite e a Fibromialgia fizeram questão de marcar presença, mas acho que o meu desejo de aproveitar o máximo com minha família foi maior do que qualquer dor.

Ansiedade: Como eu disse quase cancelei a viagem por causa da ansiedade, dois dias antes passei um mal terrível, diarreias, dores abdominais, entrei em pânico, medo de sair de casa, foram tantas lutas travadas na minha mente, uma batalha em meio aos pensamentos confusos, pensei seriamente em cancelar a viagem, mas a verdade que já cancelei tantos compromissos por causa da ansiedade, depressão, fibromialgia, Espondilite e o Crohn, que desta vez resolvi enfrentar todos os problemas e concentrei somente na necessidade da minha família, depois que estava dentro do carro em viagem, não tinha mais como desistir o jeito era seguir em frente. Confesso que me surpreendi comigo mesmo, a viagem foi perfeita. Eu estava muito ansioso com uma causa que estou na justiça, contra a empresa que eu trabalho que cancelou meu plano de saúde. Durante a viagem consegui esquecer todos estes problemas.

Lado negativo em relação as minhas condições físicas.

O principal fator negativo em relação as minhas condições físicas, foi o fato de não consegui ficar muito tempo em uma mesma posição, sem travar a coluna, quadril e joelhos, durante o período que eu estava dentro do carro na BR, quando precisava de sair do carro era uma batalha, o corpo todo travava por causa da Espondilite. E as infinitas idas no banheiro por causa do Crohn em determinados momentos me constrangiam.

Considerações Gerais da viagem

O objetivo deste artigo não é reclamar das minhas dores, mas sim comemorar está tão grande vitória de conseguir enfrentar os meus medos e anseios, tenho sofrido muito com a fobia social e sair da minha casa com todos os meus problemas de saúde e rodar aproximadamente 1600 km foi uma grande vitória, conheci pessoas novas, fiz novas amizades, pude também rever parentes que a muito tempo não via.

Quando recebi o diagnóstico de Espondilite Anquilosante e Doença de Crohn, nunca imaginei na vida que conseguiria novamente viajar e me sentir como uma pessoa normal. Após a chegada em casa, fiquei uns quatro dias de cama e ainda estou sentindo as dores da viagem depois de quase duas semanas. Se me perguntarem se valeu apena, a minha resposta imediata, é, sim, valeu apena poder desfrutar de momentos tão bom com minha família e amigos.

O mais interessante nas viagem é a quantidade de histórias que temos para contar quando voltamos para casa, histórias engraçadas, estressantes, histórias inesquecíveis que levaremos para toda a vida.

//

 

Att: Papai Desafinado

4 comentários em “Diário de viagem de um Espondilítico e portador de Doença de Crohn

Adicione o seu

      1. Obrigado. Criar um blog e escrever é uma ótima terapia contra a depressão e a ansiedade. Visitei dois dos seus blogs os conteúdos são muito bacanas, estarei lendo mais sobre seus artigos, mais tarde eu deixo um comentário lá… Fique com Deus e até mais…

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: