Novembro Azul – Em “Olhos d’água”

 

Estamos no mês de novembro e também em campanha de conscientização do câncer de próstata, neste artigo falarei com bastante humor como foi o meu primeiro exame de toque e como os meus olhos encheram d’água, após um toque inesquecível. O blog Papai Desafinado está com dois slogan incrível para a campanha do Novembro azul, confiram abaixo:

“Deixe de frescura… Deixe o toque do Novembro Azul entrar em Você…”

“Neste Novembro Azul, não se esqueça de levar um Toque de Realidade! Entendeu!”

Ha, ha, ha! Então vamos ao nosso assunto de hoje…

Você já fez exame de toque?

Há alguns anos atrás nunca tinha ouvido falar a respeito do exame de Toque Retal, urologista, proctologista, para mim eram palavras que nem existiam. Até que um belo dia apareceu alguns problemas de saúde, entre um médico e outro fui parar no consultório de um gastroenterologista, relatei meus problemas e ele perguntou:

_ Você já fez o exame de Toque?

Respondi; que não. Afinal de contas não fazia a mínima ideia do que era isso, o jeito foi  descobrir. Lembram-se daquele ditado “a curiosidade matou o gato?” No meu caso encheram meus olhos de lágrimas.

O médico disse: Vamos fazer o exame de toque para ver como está!

Pensei comigo, provavelmente o Dr. vai passar os exames para fazer em algum laboratório ou alguma coisa assim. Foi quando o Dr levantou caminhou até a porta e a trancou por dentro.

_ “Pensei comigo novamente, agora eu estou na trevas.”

O gastro então falou não se preocupe vai ser rápido e super tranquilo. Neste momento me deu um nó na garganta e comecei a ficar muito preocupado. Então o Dr disse:

_ Sobe na maca, abaixe as calças e fique na posição em que Napoleão perdeu a guerra! Resumindo fique de quatro. Vamos fazer o exame de Toque. Enquanto isso eu pensava comigo, “que diabos de exame de Toque é esse?”

“Consultório olhos d’agua!”

O nome do consultório do Dr era para se chamar “Consultório olhos d’água!” Ou na linguagem dos mineiros “Consultório zóios d’água!” Porque é impossível sair de lá sem está com os zói cheio d’água, às lágrimas escorriam dos meus olhos feito uma cachoeira!

_ Ah, miserável enganou eu! Achei que o exame de toque era um tipo de exame de sangue, ultrassom ou algo assim. Do nada de repente escuto o estalo da luva entrando na mão do médico, parecia que ele fazia até de propósito, puxava um pouco a luva e ela dava aqueles estalos.

Mil coisas vinham na minha mente e eu ficava me perguntando porque será que este camarada trancou a porta por dentro. Enquanto me perdia nos meus pensamentos… Ui! Algo entrou na minha traseira e descobri o que era o exame de toque da maneira mais desprevenida…

Um olhar apaixonante!

Naquele momento pensei comigo, não é que o negócio é bom mesmo,  este tal de exame de toque, olhei para trás dentro dos olhos do doutor e na minha mente cantei aquela música:

“Como uma deusa,

 Você meu tocou…”

Outra canção que na hora me veio a mente e até fiz uma paródia com ela, foi aquela música assim:

“Que dedinho gostoso,

Que ele tem,

Depois que ele me tocou,

Nunca mais tocou ninguém.” Eita lasqueira!

De repente o Dr disse pode levantar as calças. Olhei novamente para ele e disse; mas já. Mas acabou muito rápido. O Dr me passou um monte de exames, me encaminhou para o proctologista. Para dar continuidade aos procedimentos para descobrir o quê que estava acontecendo com o meu organismo.

_ Olhei para o Dr e perguntei, posso marcar o retorno com Dr para amanhã?

Ele então respondeu; _ “As coisas não funcionam exatamente assim, aparti de agora você vai prosseguir o tratamento com outro médico.”

Fiquei muito aborrecido com aquela situação, o meu milindroso estava trancado a sete chaves e do nada o camarada chega de jeitinho descobre o segredo das setes chaves, e enfia o dedo no meu fiofó. Usou abusou e jogou fora. Fez eu me apaixonar, gostar do trem, trocou olhos nos olhos e mandou eu ir embora sem direito a nada.

Câncer de Próstata

Está é a história mais louca da campanha do Novembro Azul, pois diferente das campanhas tradicionais relatando este assunto de uma maneira tão séria, resolvi compartilhar a minha história de uma forma com um toque de humor e um tom bem sarcástico.

Novembro Azul - Blog Papai Desafinado
Novembro Azul – Blog Papai Desafinado

Depois de muitos exames, idas e vindas aos médicos, veio o diagnóstico da Doença de Crohn. Deixei de lado o meu orgulho, fiz todos os exames solicitados, como uns dos temas da campanha do Novembro azul: “homem de verdade cuida da saúde.”

Relatei a história de uma maneira exagerada, se você nunca fez o Exame de Toque, pode ficar tranquilo e despreocupado é um exame simples e rápido, que pode salvar a sua vida e prolongar seus anos de vida com saúde, com a sua família.

No Brasil, segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), a cada ano são descobertos 61.200 novos casos de câncer de próstata, com um total de 13.772 mortes por ano. Em termos globais, são mais de 1,1 milhão de novos casos por ano, com mais de 300 mil mortes. É o segundo tumor mais comum em homens (o primeiro é o câncer cutâneo não melanoma) e a terceira principal causa de morte, depois do câncer de pulmão e colorretal. “Muitos homens não buscam tratamento por medo de sequelas, como incontinência urinária e disfunção erétil. Mas quando diagnosticado e tratado em tempo hábil, os prognósticos são muito bons,” diz o urologista.

O câncer da próstata é assintomático e pode levar anos ou décadas para que apareçam os primeiros sintomas. Porém, quando a doença está em estágio avançado, as células prostáticas cancerosas podem crescer rapidamente e provocar dificuldade para urinar ou necessidade em urinar mais vezes durante o dia ou á noite, além de infecção generalizada e até insuficiência renal.

A detecção pode ser feita em exames de rotina, com toque retal ou com o exame de antígeno prostático específico (dosagem no sangue), o PSA (Prostate Specific Antigen). Mesmo sem sintomas a indicação é procurar um urologista a partir dos 40 anos de idade.

O tratamento para o câncer de próstata dependerá de alguns fatores, como o estadiamento (extensão) da doença, a idade do paciente, a expectativa de vida, outras doenças associadas, a probabilidade de cura, os efeitos colaterais e a manutenção de uma boa qualidade de vida. Entre as opções estão a cirurgia, a radioterapia, a hormonioterapia, a quimioterapia, as vacinas, as terapia alvo e mais recentemente, o HIFU – High Intensity Focused Ultrassound (Ultrassom Focalizado de Alta Intensidade).

O HIFU é uma técnica minimamente invasiva (sem introdução de instrumentos, agulhas ou sementes radioativas) para o câncer primário e localizado em fase inicial, de baixo e médio risco. Estudos internacionais atestam baixos índices de efeitos colaterais (transtornos urinários e disfunção erétil), em relação aos tratamentos convencionais, e de mortalidade e morbidade, mas com altos índices de sobrevida livre de metástases após 10 anos da realização com esse tratamento (98% – 100%).

“Neste Novembro Azul, não se esqueça de levar um Toque de Realidade! Entendeu!”

“Deixe de frescura… Deixe o toque do Novembro Azul entrar em Você…”

Att: Papai Desafinado

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: